Janeiro Branco: Campanha debate estratégias acerca da saúde mental

O mês de Janeiro representa o início de um novo ciclo para as pessoas, e por essa forte significância a campanha Janeiro Branco, está sendo realizada durante todo o período. A campanha que tem como principal objetivo debater estratégias políticas e sociais acerca da saúde mental, também visa proporcionar um momento reservado para a reflexão sobre o sentido, o propósito e a qualidade de vida, nos momento em difíceis que atravessamos, durante a longa caminhada diária.

 

O janeiro branco, uma campanha concebida e realizada por psicólogos e estudantes em parceria com outros profissionais do universo da Saúde, chega esse ano a sua quinta edição. E chama atenção para os altos índices de casos de depressão. Casos que segundo a Organização Mundial de Saúde(OMG -dados de 2017), a sociedade brasileira já pode ser considerada recordista latino-americana, campeã mundial em relação à ansiedade e o 4º colocado quando se relaciona ao crescimento das taxas de suicídio entre os jovens da América Central e da América do Sul.

 

A boa notícia para os sergipanos é que desde Julho do ano passado, a Lei Nº 8.257 de autoria da deputada estadual Ana Lúcia (PT), institui no Calendário Oficial de Eventos do Estado de Sergipe o “Janeiro Branco”, mês dedicado à realização de ações educativas para a difusão da importância da prevenção em saúde mental.

 

analucia6
Crédito: reprodução Facebook

De acordo com a deputada estadual, a mobilização de sergipanos em prol dessa campanha renderá bons frutos e e combaterá uma das doenças que já são consideradas o mal do século, “O Janeiro Branco é uma grande mobilização pela promoção da saúde emocional, dos cuidados consigo e com outros e de combate aos estigmas que cercam os transtornos psiquiátricos, por meio da psicoeducação e inúmeras ações e atividades, que acontecem durante todo o mês”, explica Ana Lúcia.

 

A deputada ainda destaca a importância da lei. “Essa lei é de extrema necessidade visto que nós temos um número de casos de depressão, ansiedade, fobias, pânico e até agressividade e desrespeito que cresce cada vez mais. Isso mostra que as pessoas precisam começar a cuidar também de aspectos mentais e emocionais de suas vidas”, destaca a parlamentar.

Saiba mais sobre a campanha Janeiro Branco.

Última atualização: 08/01/2018 11:21.